Os convocados para a Seleção nacional (03/11/16)

IMG_232763.jpg

 

Equipa Principal (convocados por FS):

Guarda-redes: Anthony Lopes (Olympique Lyon), Marafona (Sp. Braga) e Rui Patrício (Sporting).

Defesas:  Bruno Alves (Cagliari), Antunes (Dínamo Kiev), João Cancelo (Valencia), José Fonte (Southampton), Luís Neto (Zenit), Nélson Semedo (Benfica) e Raphael Guerreiro (Borussia Dortmund).

Médios: André Gomes (Barcelona), Adrien Silva (Sporting), Bernardo Silva (Monaco), Danilo Pereira (FC Porto), João Mário (Inter Milão), Renato Sanches (Bayern Munique) e William Carvalho (Sporting).

Avançados: André Silva (FC Porto), Cristiano Ronaldo (Real Madrid), Éder (Lille), Gelson Martins (Sporting), Pizzi (Benfica), Nani (Valencia) e Ricardo Quaresma (Besiktas).

 

Equipa principal (na minha opinião):

As recentes convocatórias, por parte de Fernando Santos, ao contrário das que antecederam ao Euro 2016, não têm sido muito consensuais, pois existem elementos a mais e outros a menos:

Na baliza, não há muito a dizer, 3 jogadores de grande qualidade e que são titulares nas suas equipas. O titular nesta seleção, sem sombras de dúvidas, é o São Patrício!

No centro da defesa, já é outra conversa, falta Ruben Semedo, que fica atrás de Bruno Alves e Luís Neto (como é que é possível?), sendo que FS só convoca 3 centrais. Por mim seria Pepe e José Fonte titulares, com Ruben Semedo e Luis Neto como alternativas. Mas como Danilo Pereira também faz a posição e vamos defrontar uma equipa teoricamente mais fraca, concordo com a utilização de 3 centrais (aí o Neto sairia).

Nas laterais, João Cancelo e Nelson Semedo estão numa forma incrível na direita, com Cedric à conta com uma lesão, torna-se cada vez mais difícil para este último ganhar um lugar na seleção. No lado oposto, Raphael Guerreiro será (“se Deus quiser”) dono e senhor do lugar por muitos anos, mas, na minha opinião, Antunes não é o nome indicado para lhe fazer companhia, pois, para além de está a ser pouco aproveitado no Dynamo Kyiv, tem a concorrência do polivalente Ricardo Pereira, apesar de não ser a sua posição, este último merecia uma oportunidade para se mostrar a FS.

No meio-campo, é sempre difícil escolher com tanta qualidade existente! Mas, para mim, Danilo Pereira e William Carvalho, a médios defensivos, dificilmente perdem o lugar (Danilo merece a titularidade, pois William está num péssimo momento de forma). Adrien Silva e André Gomes, pelo que têm jogado e pela sua polivalência, seguem o mesmo caminho. No entanto, João Mário e Renato Sanches começam a ter o lugar fragilizado, pois, nos seus clubes, estão a jogar em posições que não lhes permitem tirar todo o seu potencial. Bernardo Silva e Ricardo Quaresma têm exibido grandes pormenores e, por isso, merecem a titularidade, sendo que têm Pizzi e Gelson Martins na sua sombra.

Por fim, na frente de ataque, André Silva está em grande forma e, por isso, merece ser titular ao lado do melhor do mundo (CR7). Nani e Éder, apesar da sua importância no Europeu passado, não estão a mostrar as suas reias valias, sendo que por mim Gonçalo Guedes poderia muito bem tirar o lugar ao Éder.

 

11 Inicial: Rui Patrício; João Cancelo, José Fonte, Ruben Semedo, Raphael Guerreiro; Danilo Pereira, Adrien Silva, Bernardo Silva e Ricardo Quaresma; C. Ronaldo e André Silva.

 

Joel Moreira, 03 de Outubro de 2016

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s